Inspirada por José Cid…Quem diria.

José Cid esteve hoje nas manhãs da Antena 3, com Nuno Markl, Luís Oliveira e Joana Dias. Numa conversa que foi leve e humorada, conhece-se o José Cid sem preconceito e quase “a nu” (o que não seria a 1ª vez) e para minha surpresa, declamador de Sophia de Mello Breyner Andresen – o poema “Um dia”.

Alguém, como eu, que não consegue ficar indiferente aos discursos que nos aproximam dos restantes animais habitantes deste planeta, irá com certeza apreciar esta pequena obra de arte…

UM DIA

Sophia de Mello Breyner Andresen

Um dia, mortos, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais

O vento levará os mil cansaços
Dos gestos agitados, irreais
E há-de voltar aos nossos membros lassos
A leve rapidez dos animais.

Só então poderemos caminhar
Através do mistério que se embala
No verde dos pinhais, na voz do mar,
E em nós germinará a sua fala.

 

Fotografia por Maria Serra - Antena 3
Advertisements

Hey! O que tens a dizer sobre isto?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: